Os coelhos

Grafite gigante na Cidade Baixa. Foi perto de onde furou minha câmara ontem. Parabéns ao Mateus Grimm e ao Renan Santos, os arteiros.

Arte: Mateus Grimm e Renan Santos.

Anúncios

Tirando as teias de aranha

2012 só começou de verdade agora, vários dias depois do carnaval. Finalmente a Guiga apareceu em casa para tirar as teias de aranha entre um raio e outro. Voltamos à rotina: encarar trânsito em horários de pico, ônibus tirando fina, táxi cruzando caminho, carro te espremendo à direita e motociclista xingando sem motivo. É, de fato não é uma rotina que dá saudades. Mas, só para não perder o costume, já que estou nesse clima urbano, segue a foto de um cara que fica me encarando todos os dias.

Pedalando em busca da arte perdida

Quem pedala sabe. Muita coisa passa batida para quem percorre seus caminhos dentro de carros, ônibus, motos, caminhões, etc. Na estrada, os motoristas apressados “não enxergam” as enormes capivaras que cruzam o asfalto e acabam atropelando as pobrezinhas. Na cidade, reclamam que a arte não é acessível à população enquanto gastam milhares de reais comprando um automóvel. Quem pedala sabe que, assim como a Natureza, a cultura está ao alcance de todos, mais perto do que se imagina.

O muro: um espaço para meditar.

Continuar lendo