Mais uma pequena viagem no currículo

Finalmente, estou saindo daquele período de hibernação que, pelo visto, ocorre anualmente durante o inverno. 5 kg mais gorda, parece que Guiga se arrependeu de ter me abandonado na garagem durante os últimos meses. E tudo indica que ela vai enfrentar uma pequena viagenzinha para comemorar O Retorno da Magrela.

Ontem, a Guiga apareceu com uma mochila de 38 litros cheia de roupas e disse: vamos botar o pé na estrada. Havia caído a ficha de que os alforges encomendados não chegariam a tempo da viagem, então improvisou-se um alforge com a mochila que ela usa todos os dias. Com uma corda e bastante habilidade para evitar nós desnecessários, amarrou a mochila no meu bagageiro e o resultado foi perfeito! Só falta fazer um test drive para ver se não despenca com as irregularidades da estrada.

Semana que vem, teremos um feriadinho e um festival de música independente para preenchê-lo. Se chama Morrostock. Ocorre sempre em Sapiranga, cidade da bicicleta, capital das rosas, povoado próximo de Porto Alegre – diferindo bastante quanto à distância ao nível do mar… Sim, praticamente uma serra cheia de morros de cumes gélidos.

Guiga inexplicavelmente arranjou uma ótima companhia para fazer essa pedalada e vamos partir na sexta-feira. Para economizar tempo, vamos pegar o trem até Novo Hamburgo, seguir pela BR-116, dobrar na RS-239, cruzar Sapiranga e seguir por estradinhas de terra próximo à cidade de Dois Irmãos. No total, serão mais ou menos 34 km percorridos em direção ao céu, só na ida.

Ainda faltam coisas no meu bagageiro – por exemplo, o “alforge” da comida, um cobertor, calçados, um caneco, barraca, cordas, isolante térmico e umas cacarias compradas no supermercado. A mochila de roupas tem 5 kg, a barraca tem 3,3 kg e o isolante é tão pesado quanto um aro meu. Mas o que eu acho que vai pesar mesmo, gorda do jeito que a Guiga está, é a mochila do rango. Acho que vai ter uns 10 kg.

Anúncios

4 respostas em “Mais uma pequena viagem no currículo

  1. Vais levar a casa inteira na bike? Coitada da Valentina! Mas, independente disso, creio que o ciclopasseio será excelente. Nada como pedalar para se sentir feliz e emagrecer… Boa viajem e se comporte bem Valentina! Beijos.

    • Hahaha! Pois é, Antigão, na verdade tem um saco de dormir na mochila, o que ajuda a aumentar o peso e a ocupar volume. Como disseste, vai ser mais um “passeio” do que uma viagem, pois 34 km é o que se anda em Porto Alegre num domingo qualquer… Hahaha! Traremos fotos de lembrança! Beijão!

  2. Adoro ler suas histórias, estava com saudade das atualizações, espero que agora, esquentando o clima, elas voltem a ser frequentes!
    Um ganho de peso é relativamente normal no inverno, ainda mais se ficar parado, abandonar a companheira de passeio. Mas não é nada tão desesperador que 1 mês de pedal frequente não resolva.

    Desejo uma boa viagem pras duas, e fico no aguardo do relato da viajem.
    Grande abraço

    • Oi Gabi! Podes ter certeza de que eu estava com saudade de escrever também. No verão, é para ter mais posts (e menos gordura, e menos roupa no alforge…)! Valeu pelo recadinho! Imagino que vá chover nessa viagem, mas dessa vez não vamos desanimar! 😀
      Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s